Início Consciência O Poder da Dor

O Poder da Dor

0
O poder da dor, homem fraco, sofrendo e ao fundo demonstração de força.

O Poder da Dor é uma expressão que traz uma profunda reflexão: não podemos evitá-la, entretanto podemos aprender com ela, e isso nos torna mais fortes.

São palavras bonitas, mas como funciona na prática? Passei por algo na vida que me trouxe dor e estou sofrendo, o que fazer, como resolver?

Primeiramente vamos entender a diferença entre o que é dor e o que é sofrimento, porque são duas coisas diferentes que estão relacionadas.

O que é dor?

Segundo o dicionário dor é o sofrimento provocado por uma decepção, pela morte de alguém, por uma tragédia; mágoa: dor de perder alguém que ama. Pode ser também piedade de si mesmo ou do sofrimento de outra pessoa.

Não temos como evitar a dor, pois geralmente ela ocorre devido a algo que não controlamos, ou seja, algum fator externo do qual não depende de nós.

A dor surge em algum momento e também desaparece em algum momento da sua vida. A dor nunca é permanente ou eterna… Aliás, na vida tudo é dualidade, positivo e negativo, Yin e Yang, e a natureza dessas coisas é a mesma: a impermanência.

E o sofrimento?

O sofrimento, falando de uma forma simples, é a forma como lidamos com os eventos da vida que nos causaram alguma dor. Apesar de acontecer independente da nossa vontade, o sofrimento não, ele está sob nosso controle, depende de nós.

A dor é inevitável, o sofrimento é opcional.

Carlos Drummond de Andrade

Vou dar um exemplo: você e seu amigo tem o mesmo modelo de celular, última geração, “top” de linha! Imagine que o celular está carregando, e por algum motivo ele cai e quebra toda a tela: você fica triste, chateado, bravo, furioso e muitas vezes irá culpar alguém por isso – você está sofrendo…
Agora imagine que o celular do seu amigo também cai e quebra toda a tela… Como você se sente? Ficará também triste ou bravo? Estará sofrendo?

A situação ocorreu da mesma forma nos dois casos: o celular caiu e a tela quebrou. Mas a forma como reagimos a isso é diferente.

A dor pode influenciar ou até mesmo determinar o caminho da sua via. Então reflita por um momento e perceba o quão importante é esse momento. Você sempre terá de escolher entre sofrimento, que te coloque para baixo ou usar a dor para se fortalecer.

Nietzsche fala em Übermensch – numa tradução livre aqui no Brasil seria como super-homem ou super-humano, além do homem, ou seja, a capacidade de você ir um pouquinho além, através do uso da razão.

É preciso muita coragem para enfrentar. E coragem não significa ausência de medo e sim, domínio do medo. Para ser corajoso não é preciso vencer o medo ou ter super poderes, apenas encarar o medo e não deixar ele dominar você.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile